Creatina – O Que é e Como Tomar

Sem Título-3

Creatina é uma substância que tem ocorrência natural no corpo humano, sendo a principal fonte de energia do músculo. Ocorre que o nosso organismo pode armazenar mais creatina do que normalmente consumimos numa dieta normal (produzimos cerca de 2 gramas por dia). Através da saturação com creatina podemos obter os seguintes efeitos:

  • Aumento do volume celular e consequentemente do músculo;
  • Melhora da definição muscular (a creatina drena líquido extracelular para dentro da célula);
  • Aumento da energia armazenada, que pode melhorar a resistência, a força, e diminuir o tempo de recuperação entre os treinos.

Preferencialmente, a administração de creatina deve ser realizada em duas fases, fase de saturação com administração diária entre 15 a 30g de creatina por dia durante o período de 5 a 7 dias em doses fracionadas de 5g a 10g. Essa variação dependerá do peso corporal do atleta. A creatina deve ser administrada juntamente com uma solução de glicose ou qualquer outra fonte de carboidrato simples para que a sua absorção seja otimizada. Dissolver a creatina em água quente também é prática comum.

Uma dose diária de 5 gramas sem utilizar a fase de saturação parece saturar a célula após um período de 30 dias de utilização contínua.

Como existem muitos estudos em andamento sobre a ação da creatina no corpo humano, é conveniente fica atento e se manter atualizado, muito embora até o momento não haja nenhuma comprovação científica sobre possíveis danos pelo uso de creatina como: danos ao fígado e rins, alterações da pressão arterial, etc.

CREATINA PELO MELHOR PREÇO DA INTERNET

Fonte: Musculação Além do Anabolismo – Prof. Waldemar Guimarães