Devo Consumir Gordura em Dietas Para Perder Peso?

Gordura Para Perder Gordura
Sem Título-3

Todos almejam ter um corpo com uma distribuição baixa de gordura e alta em musculatura. Sendo que alguns até se submetem a atalhos que no final acabam prejudicando a saúde. Outros procuram a prática esportiva, estão certos, porém, muitos destes esquecem que a alimentação parece ser tão importante quanto a pratica de treinamento, quando se refere à mudança da composição corporal. No entanto, para se criar um ambiente anabólico favorável à hipertrofia muscular e a melhora da gordura corporal o estado nutricional do organismo é fundamental, pois é através da alimentação que se obtém os substratos necessários para a síntese proteica e melhor mobilização de ácidos graxos (queima de gordura). Existem alguns suplementos no mercado atual com comprovação científica benéfica a base de lipídeos: Óleo de cartamo e e ácido linoleico conjugado (CLA). Além das frutas oleaginosas: linhaça, gergelim, castanha-do-pará, macadâmia e amêndoa.

Gordura Para Perder Gordura

Alguns atletas fazem estratégias para se obterem uma menor taxa de gordura corporal, técnicas utilizadas por atletas de alto nível que são acompanhados por uma equipe multidisciplinar, estratégias essas, trazidas desde os tempos paleolíticos. Sendo que hoje essas práticas estão sendo usadas de maneira aberta por qualquer praticante de atividade física profissional ou o mais simples amador, podendo trazer males e prejudicando a saúde.

De acordo com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) de 2001 a adequação da distribuição dos macronutrientes presentes na dieta imposta pelos nutricionistas é de 10 a 15% de proteínas, 55 a 60% de carboidratos e 25 a 30% de lipídeos. Em 2002 de acordo com o Institute of Medicine (IOM) publicou uma nova possibilidade de distribuição de macronutrientes, possibilitando atender aos atletas: 10 a 35% de proteínas, 45 a 65% de carboidratos e 20 a 35% de lipídeos.

A ingestão de lipidos na alimentação é importante, mesmo se o objetivo é a perda de gordura, o que vai diferir é a distribuição do tipo de lipídeo, quantidade e qualidade da gordura. Os lipídeos possuem diversas funções importantes para o ser humano como o fornecimento de energia nos momentos de supressão, isolantes térmicos nos momentos frios, tem função de transportar vitaminas lipossolúveis, tais como, vitaminas A, D, E e K, sacia a fome por liberar um hormônio de nome leptina e função especializada na síntese de alguns hormônios importantes. Portanto, pense bem antes de eliminar completamente os lipídeos do seu cardápio, pois se não fossem importantes não estariam na categoria dos Macronutrientes.

Dr. Kadu Martins

Nutricionista Especializado em Nutrição Esportiva

CRN – 34187 SP