Benefícios da Erva-Mate Verde


Pesquisas revelam que a erva-mate verde proporciona uma grande quantidade de benefícios para a saúde e forma física. São mais de 196 compostos ativos e ela já vem sendo utilizada como erva medicinal na América do Sul há séculos.

PRINCÍPIOS ATIVOS

Existem mais de 196 princípios ativos na llex paraguariensis, entre eles:

  • Vitaminas: A, C, E, B1, B2, B3 (Niacina), B5 e complexo B.
  • Minerais: Cálcio, Ferro, Magnésio, Potássio, Selênio, Fósforo, Manganês e Zinco.
  • Compostos Adicionais: Flavonóides, Carotenos, Polifenóis, Antioxidantes, Ácidos Graxos, Clorofila, Inositol, Minerais-Traço, Tananinos, Ácido Pantotênico e 15 aminoácidos.

Muitos especialistas apontam que o composto mais importante é a mateína. Ela é uma xantina alcalóide que parece ter a melhor combinação de propriedades de uma xantina. Ela é um poderoso estimulante, mas, diferentemente de outras xantinas, não traz alguns efeitos indesejados. Por exemplo, o efeito diurético não é forte e ela não vicia. O mate verde parece estimular o seu corpo sem deixá-lo nervoso. Pelo contrário, pesquisas mostram que ele age como um tônico para o sistema nervoso central, melhora o humor e a concentração, reduz a ansiedade e previne a fadiga mental.

Muitos benefícios têm sido observados pelos apreciadores do mate verde e confirmados por estudos científicos. A seguir estão listados alguns efeitos relatados no meio acadêmico.

Erva-mate Verde

CONTROLE DE PESO / QUEIMA DE GORDURA

O estimulante de erva-mate está diretamente ligado a termogênese, queima de calorias. Um grande benefício é que este efeito estimulante não vem acompanhado de efeitos adversos indesejados comuns em outros tipos de estimulantes.

Em estudo realizado pelo Dr. Torben Anderson no Charlottenlund Medical Centre, na Dinamarca, 44 pessoas com sobrepeso usaram uma combinação de erva-mate com guaraná e Damiana. Os resultados foram bem impressionantes. Os que tomaram o preparo por 45 dias perderam em média 5kg, comparados a apenas 0,45kg perdido pelo grupo controle (placebo). Notável também foi a constatação que os que tomaram o preparo tiveram um esvaziamento gástrico 20 minutos mais demorado, o que na prática significa que a pessoa sente-se “mais cheia” (maior saciedade) por mais tempo depois que acaba de ingerir as refeições.

SONO MELHOR

Ao contrário do que seria de imaginar, mate não atrapalha o sono. Na verdade até melhora o sono REM, assim como o tempo de sono profundo (delta). Muitas pessoas relatam precisar de menos sono ao consumir mate porque dormem mais profundamente.

DIGESTÃO MELHOR E DESINTOXICAÇÃO

Pesquisas apontaram que ocorreu uma melhora na digestão e na reparação de tecido gastrointestinal associado ao consumo de mate verde. Ela pode ainda ajudar no controle da constipação, nos movimentos digestivos e na desintoxicação do corpo ao aumentar a quantidade de urina. Os indígenas da America do Sul usam tradicionalmente a erva-mate para tratar problemas gastrointestinais. Pesquisas conduzidas na Cátedra de Farmacologia em Buenos Aires, Argentina, revelaram que a erva-mate de fato induz o aumento do fluxo da bile e aumenta o transito intestinal.

SEGURO PARA O CORAÇÃO

Enquanto muitos estimulantes são temidos por poderem ser maléficos para o coração, o mate verde demonstrou ser bom para o mesmo. Ele pode ajudar a aumentar o fornecimento de oxigênio e nutrientes para o coração durante estresse ou exercício, pode diminuir a pressão sanguínea e melhorar a circulação em algumas pessoas ao relaxar os vasos.

SUPORTE IMUNOLÓGICO

Pesquisas indicam que o suporte imunológico se dá na luta contra organismos que causam infecções, como, também, apoio às células imunológicas, particularmente as células brancas do sangue. As vitaminas C e E presentes no mate são importantes para o sistema imune. As saponinas do mate também podem estar parcialmente ligadas aos efeitos imunológicos.

AÇÃO ANTIOXIDANTE

A erva-mate tem uma ação antioxidante significativa. Em um estudo publicado em 1995 pela Biocheemicaland Molecular Biology International, pesquisadores concluíram que a erva mate “possui antioxidantes mais potentes que o ácido ascórbido (vitamina C) ou hidroxitolueno butilado”. Em março de 2000, foi publicado um estudo na revista Biochemical and Biophysica Research Communications que conclui que a llex paraguariensis pode aumentar a defesa do organismo contra radicais livres. Em novembro de 2001, foi publicado um estudo na revista Fitoterapia que concluiu que a erva-mate é a planta da América do Sul que contém o maior nível de flavonóides e derivados do cafeoil.

CLAREZA MENTAL

A erva-mate mostrou a capacidade de aumentar a acuidade e o estado de alerta da mente. Ela também fornece energia devido à complexa combinação de xantina alcalóide e mateína. Resultados positivos foram observados, mas sem os efeitos adversos – como dores de cabeça e excitação.

SUPORTE ENERGÉTICO

Os efeitos estimulantes da erva-mate se mostraram benéficos como fonte energética para praticantes de atividades físicas.

COMBATE O MAU HÁLITO

Os polifenóis presentes na erva-mate demonstraram a capacidade de impedir o crescimento da bactéria responsável por mau hálito e a produção de compostos de bactérias que produzem odores.

Seu objetivo é ganhar massa muscular e definição corporal? Clique aqui para conhecer um método que pode te ajudar...