6 Erros Que Você Pode Estar Fazendo e Que Lhe Impede de Emagrecer

erros-emagrecer
Sem Título-3

Evite essas armadilhas para emagrecer mais rápido do que nunca.

Tentar ficar magro(a) pode parecer complexo e confuso. Nós não somos um contador de calorias, mas é preciso sermos sensatos(as) para evitar os abusos.

Evite as Armadilhas

Com todas as informações por aí fora é fácil ficar confuso. Não se preocupe, você não está sozinho. Se você manter uma dieta comprovada, treinar duro e evitar estas 6 armadilhas, você será capaz de manter a gordura derretendo de forma perpétua no seu corpo.

ERRO 1: Aumentar o Nível de Atividade Indiscriminadamente

Uma das maneiras mais rápidas de aumentar seu metabolismo, é aumentando seu nível de atividade indiscriminadamente na academia, enquanto está numa dieta de perda de gordura. Isto porque o seu corpo tem vários mecanismos para tentar manter seu estado atual.

Quando você forçar muito (ou seja, fazer exercícios cardio duas vezes por dia) durante uma dieta hipocalórica, o corpo luta para se adaptar e diminuir seu gasto energético. Isso quer dizer um metabolismo deprimido, o que significa menos gordura queimada em geral.

>> Dica: Comece o seus esforços de forma gradual, em seguida, aumente a duração e níveis de dificuldade. Isto é mais benéfico e evita estragos em seu metabolismo.

Erro 2: Redução de Carboidratos para ZERO

Estudos têm mostrado que os hidratos de carbono dietéticos são um fator importante nos níveis de T3, um hormônio da tiroide que controla o metabolismo. Estudos em indivíduos que consumiram zero carboidratos por duas semanas resultou em uma queda de 47% em seu metabolismo.

Além disso, o desempenho na academia pode e vai ser impactado negativamente porque o glicogênio é parte do que é usado na produção de ATP (trifosfato de adenosina), de energia do corpo. Na mesma linha, 120-130 gramas de carboidratos por dia foi mostrado que ajudar a manter uma boa quantidade de T3s. A menor quantidade de hidratos de carbono que tem sido mostrado por causar pouca mudança nos níveis de T3 mostrou ser de 50 gramas.

>> Dica: Não faça uma dieta radical de carboidratos. Estudos mostram que dois dias com menos carboidratos por semana (menos de 100 gramas) é mais benéfico para a perda de gordura. Experimente dois dias consecutivos por semana, nunca inferior a 50 gramas.

Erro 3: Não Realimente

Quanto maior o seu nível de gordura corporal, mais leptina ficará circulando em seu corpo. Uma parte significativa do trabalho de leptina é informar o cérebro (via hipotálamo) a quantidade de energia que o corpo tem armazenado (gordura corporal).

Se os níveis de leptinas são baixos, o cérebro sinaliza o corpo para diminuir seu gasto energético. Um dos mecanismos através dos quais ele faz isso é por meio da redução de seu metabolismo. Os níveis de leptina podem cair em 50% depois de uma semana de dieta, o que retarda o seu metabolismo.

>> Dica: Agende um dia para consumir alimentos com baixo teor de gordura e ter refeições com muitos carboidratos. Isto levará as leptinas de volta aos níveis respeitáveis, trazendo seu metabolismo de volta ao normal.

ERRO 4: Alimentos Suficientes

Não há qualquer alimento que pode ser considerado melhor ou melhor do que o outro. Cada alimento tem uma variedade de micronutrientes benéficos que os outros não podem ter. Portanto, quando você for escolher consumir apenas um grupo de alimentos – como todos os peitos de frango – amplie a deficiência de micro-nutrientes que é inerente a esse grupo de alimentos.

>> Dica: Consuma fontes de alimentos de alta qualidade, tais como aves, carne bovina, carne de porco e peixe, grãos, legumes, sementes, frutas e legumes. Tente evitar comer a mesma coisa muitas vezes, o que gera tédio de qualquer maneira.

ERRO 5: Negligenciar o Cálcio

Durante uma dieta para perda de gordura, as pessoas costumam aumentar a proteína, enquanto diminui os carboidratos e gorduras. Dietas high-protein/low-carbohydrate prolongadas sem suplementação de cálcio pode resultar em um saldo negativo de cálcio.

Isso ocorre porque o equilíbrio ácido-alcalino do corpo é agora mais ácido, assim cálcio é lixiviado de seus ossos. Além disso, isso pode levar a cálculos renais.

>> Dica: Tenha certeza que você irá consumir o cálcio mais vitamina D3 para ajudar na prevenção de perda óssea.

ERRO 6: Usar Pesos Leves

A linha de pensamento da maioria das pessoas é usar o peso pesado para ganhar massa muscular, mas usar pesos mais leves para perder gordura.

No entanto, esta linha de pensamento é falsa quando visto a partir da perspectiva do seu corpo. Um déficit calórico representa uma ameaça ao seu status e equilíbrio do seu corpo. Assim, o seu objetivo primordial é manter o que é necessário, mas não é uma necessidade.

>> Dica: Afim de manter tantos músculos quanto possível, você deve continuar a levantar cargas pesadas. Os mesmos caminhos que causam o aumento do músculo pode ser ativado e utilizado para manter os seus ganhos anteriores.

A ressalva, no entanto, não é o de utilizar o mesmo volume utilizado para ganhar. Para ser mais específico, durante uma fase de perda de gordura, o volume total deve ser cortado em cerca de 1/3 (1 terço) e as cargas devem ser em torno de 75-85% do peso máximo que consiga levantar.