O Marketing do Corpo Saudável

Marketing Corpo Saudável
Sem Título-3

Aqueles que, como eu, já passaram por uma briga intensa com a balança – não apenas para perder peso, mas para manter a forma do jeito que está – sabem que esse processo exige muito: um planejamento adequado, uma rigorosa disciplina e, principalmente, bastante força de vontade!

E claro, no decorrer desse longo processo, a gente sempre fica de olho nas opções que o mercado apresenta para acelerar essa tarefa; algum atalho, seja ele uma pílula ou um aparelho para se ter em casa (afinal, esse mercado consegue ser bem amplo e criativo).

Mas existe uma enorme diferença entre ajudar a gente no processo e fazer todo o nosso trabalho pesado!

Comunicadores e profissionais de propaganda – gordinhos ou não – conhecem bem e sabem explorar esse mercado com as suas propostas. Assim, as redes de afiliados têm atacado com muita força o mercado de soluções para emagrecimento e perda de peso. Todo ano temos um produto novo em destaque, espalhado em anúncios por sites e blogs de todo o Brasil. Produtos como o MaxBurn, o DietMax, o Turbo Force, o BioFit, o Dietrol e, o último que apareceu por aqui, o Cenaless.

Se você analisar bem, vai perceber que as páginas de conversão e vendas desses produtos são absurdamente parecidas – mudam apenas nas cores e nas modelos que apresentam. Todos se apresentam como soluções nunca antes vistas, capazes de fazer qualquer um perder peso sem nenhum esforço ou uma gota de suor. Não é preciso melhorar a alimentação nem sequer fazer exercícios. Em suma, uma linha de comunicação muito exagerada.

Marketing do Corpo Saudável

É um tipo de campanha que funciona basicamente com dois tipos de pessoas: aqueles que querem emagrecer a qualquer custo – e simplesmente não pensam duas vezes antes de testar qualquer produto a respeito – ou aqueles que estão bem desinformados sobre nutrição, dieta e bem estar. O apelo que essa publicidade utiliza é, pelo menos a meu ver, muito contestável, chegando a soar falso às vezes.

Mas que fique clara uma coisa: não estou aqui questionando se o Cenaless ou qualquer um desses outros funciona ou não funciona. Estou analisando a comunicação desses produtos – eles podem ser muito eficientes em alguns aspectos, dando mais disposição, diminuindo o apetite, aumentando a saciedade, o que for – mas essa publicidade simplesmente não conversou comigo – e olha que tenho uma barriga que bem precisa de ajuda!

Portanto, pergunto: alguém aí, leitores desse grande blog sobre dieta e nutrição que é o Guia da Dieta, já experimentou o Cenaless? Podem passar uma opinião honesta sobre o produto? O que acham dessa publicidade que esses produtos usam? Como vocês creem que um produto que propõe ajudar no emagrecimento deveria se vender?

O autor desse post é Henrique Fogli que, além de trabalhar dom marketing e propaganda, já foi gordinho e sabe bem da dedicação que se deve ter para conseguir um corpo saudável.